Em processo

Crônicas de Segunda

Fui roubado! Na verdade, roubaram meu carro. Melhor dizendo, meu carro não - ele estava lá -, mas arrombaram a porta e roubaram o celular de uma amiga e a carteira com todos os documentos da minha esposa que estavam no porta-luvas.

Foi horrível. Um sentimento tão estranho e avassalador que só horas depois eu me dei conta de que deveria olhar pras portas do carro e vi que arrombaram ela. No peito rola um mix de revolta, tristeza e até um pouco de medo.

Na verdade, me roubaram muito mais do que parece que roubaram. Roubaram um pedaço da esperança que eu tenho no ser humano. Roubaram um pouco da minha fé de que o mundo está como está e podemos aos poucos, com pequenas coisas, melhorá-lo. Roubaram um pouco do meu otimismo de que aos poucos podemos tocar a vida das pessoas que passam por nós, transformando o mundo delas, deixando ele um pouco melhor de como estava quando o encontramos. Roubaram minha paz. Roubaram um pouco de mim.

Conseguiram roubar a minha tranquilidade a ponto de eu querer encher o carro de dispositivo de segurança torcendo pra roubarem o carro do lado e não o meu. Roubaram um pouco do meu bom senso, pois eu deveria me preocupar com o roubo do carro do lado tanto quando com o do meu.

Me roubaram muitas coisas. Mas do mesmo modo que minha esposa reemitirá seus documentos e minha amiga comprará um celular novo, eu também serei restabelecido. É um transtorno. Tem um preço. Mas a gente dá a volta por cima.

Em processo...

Segunda-feira, 18 de Setembro de 2017

Sobre o Escritor

Tihh Gonçalves

oi será que vai chover seja bem vindo prazer não repara a bagunça te peguei no colo troquei sua fralda poxa que bacana como você cresceu indique pros seus amigos conte pra sua mãe vai com deus beijo.

Escritor de quinta (e dos outros dias da semana também).

Comentários