Férias

Sexo, Drogas E Rock'n Roll

Num mundo que cultua a pró atividade o ócio parece uma blasfêmia. Não, eu não sou produtivo nos escritos e nem prolixo. A minha mente não se direciona a produzir e a mostrar aos outros meu conteúdo. Gosto mais de ler que de escrever, de observar que ser observado. Não sei como fui ator por mais de 15 anos, com quase esse mesmo tempo fazendo teatro de rua. Um paradoxo mental incrível visto meu temperamento tímido e extremamente avesso as multidões e a "aparecer". Sempre procurei passar despercebido no dia a dia. Porém a tudo observando.

Sendo assim dedicar esses escritos da sexta ao ócio me deixa bem feliz. Compartilhar que enquanto compartilho esse café com vocês leitores, estou em um momento que poderia programar fazer muitas coisas com o tempo livre das férias. Mas como posso escolher, preferi a doçura do ócio. Férias. Enquanto duram, que sejam eternas em seus 20 dias.

Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2016

Sobre o Escritor

Cass Aquino

Jornalista, ator e Palestrante de oficinas sobre comunicação e artes. Bacharel em Comunicação Social Formado em Jornalismo no ano de 2010 pela Universidade do Vale do Itajaí. Foi ator do grupo de teatro de pantomíma Gibbor por mais de 15 anos.

Escreve às sexta.

Comentários