Gabriela 3

Sexo, Drogas E Rock'n Roll

Os meios de comunicação não tem ideologia, tem donos. E como tal funcionam pelo sistema de pagamento e recebimento. Por isso que "o mercado" virou um ente. Subjetivado e com vontades próprias, alheias a tudo e a todos.

Assim, nesse Brasil nem tanto varonil quanto se acha, polarizado entre extremos que não se respeitam ou mesmo se excluem, muitas vezes uma publicação é atacada como esquerdista num dia e de coxinha fascista no outro, dependendo da matéria que publique, independente do enfoque que dê.

Os sabidos doutores e especialistas em tudo que não saem das redes sociais, não levam em conta, nenhuma referência ou possuem qualquer capacidade de fazer analogias ou cruzamento entre intenções do veículo com determinado texto.

Mesmo com toda a carga de informação que recebem e talvez por causa dessa carga, são incapazes de fazer relações e interpretações. São alvos fáceis para espalhar todo tipo de mentira e boato e ainda por cima culpam "a mídia".

Por outro lado temos a ausência de jornalistas que escrevam de forma independente: Sem depender do salário do patrão para viver. 

Sexta-feira, 08 de Dezembro de 2017

Sobre o Escritor

Cass Aquino

Jornalista, ator e Palestrante de oficinas sobre comunicação e artes. Bacharel em Comunicação Social Formado em Jornalismo no ano de 2010 pela Universidade do Vale do Itajaí. Foi ator do grupo de teatro de pantomíma Gibbor por mais de 15 anos.

Escreve às sexta.

Comentários