Há muito tempo, lá atrás

Crônicas de Segunda

De repente, trinta. Cheguei ao meu 30º aniversário.Ouvi esses dias que "aos 30 anos começamos a ter segurança na vida e que a vida começa mesmo, de fato, aos 40". Refletindo, acho que afirmam isso por conta dos ciclos da nossa vida.

Até os 10 anos você é uma criança. Desde muitas fraldas que alguém precisa trocar pra você, até seus primeiros passos de independência, onde você já escolhe a roupa que quer usar, o time que quer torcer, qual o tema do seu aniversário, entre outras tantas coisas. Dos 10 aos 20 é aquela coisa: você passa pela fase mais louca da sua vida. E eu escolhi o adjetivo "louco" propositalmente, porque você deixa todo mundo a sua volta louco. Mas já quase aos 20, você já está "mais maduro" e começa a iniciar seus primeiros passos na "vida adulta". Ooohhh! Chega o tal 18 anos, a "maior-idade". Você deseja por 18 anos que o tempo passe rápido chegue logo seu 18º aniversário e depois dele você sonha que o o tempo passe bem devagar, mas é aí que parece que o tempo acelera pra te sacanear. Dos 20 aos 30 - que é de onde acabo de me despedir - você é surpreendido com um tapa-na-cara da vida te acordando pra vivê-la. É o ano que você busca sua independência, sai da cada dos seus pais (foi assim comigo, pelo menos) e começa a se sentir uma "gente" de verdade no mundo. Eu casei, tive 2 filhas e além de sair da casa dos meus pais ainda fui morar em outra cidade.

Ontem trintei, como ouvi uma vez. É a hora de eu ter "segurança na vida", como disse no começo desse texto. Espero que minha segurança seja viver esse novo ciclo freneticamente, enlouquecidamente, aproveitando cada segundo. Provavelmente o mundo vai dizer que "eu não vivo uma vida segura como deveria ter aos 30", mas a única segurança que preciso é que estarei com minha família e amigos que tanto amo, pra quando chegar aos 40 poder dizer: - Você está atrasado, minha vida já começou de verdade há muito tempo, lá atrás.

Segunda-feira, 10 de Outubro de 2016

Sobre o Escritor

Tihh Gonçalves

oi será que vai chover seja bem vindo prazer não repara a bagunça te peguei no colo troquei sua fralda poxa que bacana como você cresceu indique pros seus amigos conte pra sua mãe vai com deus beijo.

Escritor de quinta (e dos outros dias da semana também).

Comentários