Pássaros que voam

Crônicas de Segunda

Uma vez, eu fiquei observando dois pássaros numa gaiola. Eles ficavam ali sentados conversando e cantando o tempo todo. Certa vez, um dos pássaros estava passeando e se deu conta que a portinha da gaiola estava aberta. Nossa, que susto! Correu (ok, voou) até seu amigo pra lhe contar o que tinha acabado de ver:

- Piu, piu, piu, piu

- Piu, piu?

- PIUUUU!

Ok, sei que você não fala passarês, então vou traduzir:

- Hei, rapaz! Tu não sabe o que eu acabei de ver.

- O quê?

- A GAIOLA AMANHECEU ABERTA!

- Nossa! E você fechou?

- Sim, fechei!

- Ufa!

Fiquei pensando sobre isso e fiquei feliz por lembrar que não tenho pássaros e nem gaiolas em casa. Lembrei que esses dias eu estava passeando na rua com uma das minhas filhas e um pássaro veio perto de nós. Ela apontou pra ele encantada, com os olhos arregalados e brilhando. Eu disse a ela: - Olha filha, que lindo o passarinho. Ele veio nos visitar e cantar pra gente!

Refletindo um pouco sobre isso, vi como nós - serumaninhos - gostamos de criar prisões. Primeiro, criamos as palavras que eram símbolos gráficos para nos comunicarmos, por fim, nos tornamos escravos delas. Depois, com as palavras criamos as religiões, céus, infernos e nunca mais conseguimos nos libertar disso. Por fim, criamos as gaiolas.

Já disse Rubem Alves, o poeta que tanto admiro:

"Pássaros engaiolados são pássaros sob controle. Engaiolados, o seu dono pode levá-las para onde quiser. Pássaros engaiolados sempre têm um dono. Deixaram de ser pássaros. Porque a essência dos pássaros é o vôo".

A verdade é que, muitas vezes, eu me enxergo como aqueles dois pássaros que percebem a gaiola aberta e ficam com medo achando arriscado sair, que ficar ali dentro é mais seguro, enquanto na verdade no fundo eu sei que nasci exatamente pra isso: voar.

Segunda-feira, 28 de Novembro de 2016

Sobre o Escritor

Tihh Gonçalves

oi será que vai chover seja bem vindo prazer não repara a bagunça te peguei no colo troquei sua fralda poxa que bacana como você cresceu indique pros seus amigos conte pra sua mãe vai com deus beijo.

Escritor de quinta (e dos outros dias da semana também).

Comentários