Prova Real

Crônicas de Segunda

Aprendi com meus pais que devemos fazer o bem, sem olhar a quem. Ou seja, ajudar a todos os quais enxergamos que precisam de ajuda. Seja pra um amigo ou não. Se a pessoa mereça ou não. Se depois vai te dizer "obrigado" ou vai sair sem dizer nada a você e falando mal pelas suas costas.

Essa conta não bate, eu sei. Essa equação não faz nenhum sentido. Essa matemática não tem nada de exata. E do mesmo modo, não existe "prova real". Não tem como você inverter os elementos e ver se o resultado está certo. Na verdade, não têm resultado certo. O resultado só é errado pra quem não fizer a conta. O nome dessa fórmula eu chamo de "Amor". Ame, simplesmente em nome do amor. Perca, pra alguém ganhar. Aliás, faça da sua vida isso. Ame, sem olhar a quem. Sem esperar nada em troca. E quando alguém te disser "Te devo uma", responda: "Deve nada!". Afinal, quando o assunto é amor, quem menos merece é quem mais precisa dele.

Segunda-feira, 08 de Agosto de 2016

Sobre o Escritor

Tihh Gonçalves

oi será que vai chover seja bem vindo prazer não repara a bagunça te peguei no colo troquei sua fralda poxa que bacana como você cresceu indique pros seus amigos conte pra sua mãe vai com deus beijo.

Escritor de quinta (e dos outros dias da semana também).

Comentários